Acesso rápido

MANUEL ALEGRE

Manuel Alegre de Melo Duarte nasceu a 12 de Maio de 1936, em Águeda. Estudou em Lisboa, no Porto e em Coimbra. Em 1961 é mobilizado para Angola. Preso pela PIDE, passa seis meses na Fortaleza de S. Paulo, em Luanda, onde escreve grande parte dos poemas do seu primeiro livro, Praça da Canção. Dirigente histórico do Partido Socialista, foi vice-presidente da Assembleia da República de 1995 a 2009 e membro do Conselho de Estado.Foram-lhe atribuídos os mais distintos prémios literários: Grande Prémio de Poesia da APE-CTT, Prémio da Crítica Literária da AICL, Prémio Fernando Namora, Prémio Pessoa, em 1999.O seu livro de poemas Doze Naus recebeu o Prémio Dom Dinis. Em 2016 recebeu o Prémio Vida Literária da APE e o Prémio de Consagração de Carreira da SPA. No mesmo ano, foi atribuído o Grande Prémio de Literatura dst ao seu livro de poemas Bairro Ocidental.Em 2017, foi distinguido com o Prémio Camões e, em 2019, com o Prémio Vida e Obra da SPA.
Obras publicadas na LeYa
Os Sonetos
O Homem Do País Azul
Todos os Poemas São de Amor
Praça da Canção / O Canto e as Armas - Edição Especial
Nada Está Escrito
Bairro Ocidental
Rafael
Tentação do Norte
Coimbra Nunca Vista
País de Abril
Auto de António
O Canto e as Armas
Cão como Nós - Edição Especial 20 anos
Livro do Português Errante
Arte De Marear
Cão Como Nós
Senhora Das Tempestades
Memórias Minhas
Vinte Poemas para Camões
Praça da Canção
Uma Outra Memória
As Naus de Verde Pinho
Jornada de África
O Quadrado
Uma Estrela
A Terceira Rosa
Sete Sonetos e Um Quarto
Sete Sonetos e Um Quarto
Praça Da Canção - Edição Especial
Praça Da Canção - Edição Especial
Um Barco para Ítaca
Tudo É E Não É
Rouxinol Do Mundo
Quando
As Sílabas de Amália
Toda a Prosa
Poesia
Doze Naus
O Futebol E A Vida
BIS - Alma
Barbi-Ruivo: O Meu Primeiro Camões
Nambuangongo, Meu Amor
O Miúdo Que Pregava Pregos Numa Tábua
O Príncipe Do Rio