Acesso rápido

MARIA TERESA HORTA

Maria Teresa Horta nasceu em Lisboa. Escritora e jornalista é conhecida como uma das mais destacadas feministas portuguesas.Estreou-se na poesia em 1960 a sua obra poética foi coligida em Poesia Reunida (Dom Quixote, 2009), obra que lhe valeu o Prémio Máxima Vida Literária. Em 2012 publicou As Palavras do Corpo – Antologia de Poesia Erótica no ano seguinte, A Dama e o Unicórnio, em 2016, Anunciações, vencedor do Prémio Autores SPA / Melhor Livro de Poesia 2017, Poesis (2017), Estranhezas (2018) – Prémio Literário Casino da Póvoa /Correntes d’ Escritas 2021 – e a antologia pessoal Eu Sou a Minha Poesia (2019).É ainda autora dos romances Ambas as Mãos Sobre o Corpo, Ema (Prémio Ficção Revista Mulheres) e Paixão Segundo Constança H., e co-autora com Maria Isabel Barreno e Maria Velho da Costa, de Novas Cartas Portuguesas. Em 2011, publicou As Luzes de Leonor, romance sobre a Marquesa de Alorna distinguido com o Prémio D. Diniz, da Fundação da Casa de Mateus. Em 2014, ano em que lhe foi atribuído o Prémio Consagração de Carreira pela Sociedade Portuguesa de Autores
Obras publicadas na LeYa
Minha Senhora de Mim
Paixão
Paixão
Poesis
Ema
Anunciações
Meninas
As Palavras do Corpo
As Palavras do Corpo
O Sentido Primeiro Das Coisas Vol. I
As Luzes de Leonor
Eu Sou a Minha Poesia
Quotidiano Instável
A Paixão Segundo Constança H.
Novas Cartas Portuguesas
A Dama e o Unicórnio
Ambas as Mãos Sobre o Corpo
Poesia Reunida - Maria Teresa Horta
Estranhezas
Uma Dor Tão Desigual